Trava-línguas

 
 
 
 


“O rato roeu a roupa do rei de Roma,
O rato roeu a roupa do rei da Rússia,
O rato roeu a roupa do RodovaIho…
O rato a roer roía
E a rosa Rita Ramalho
do rato a roer se ria.”

Voltar


“O rato roeu a roupa
do rei de roma
a rainha com raiva
roeu o resto.”

Voltar


“Paraquedista brinquedista
faz brinquedo paraquedista
paraqueda brinquedista.”

Voltar


“Biblioteca, bicicleta sabrininha é sapeca
bicicleta, biblioteca sabrininha come bisteca
bistequinha da sabrina que anda de bicicleta
e lê na biblioteca.”

Voltar


“Pedro o pintor
pinta o quadro do pintor paulo
e paulo o pintor pinta o quadro
do pato pedreiro.”

Voltar


“O tatu ta ai?
sim, o tatu tá!
pede pro tatu sair até aqui fora!
o tatu tá, tá, tá muito ocupado!
então eu falo pra você, tá!
tá, pode falar!
o ta ta ta tatu tu tu tu tatatata tututu.”

Voltar


“A sábia não sabia
que o sábio sabia que o
sabiá sabia que o sábio
não sabia que o sabiá
não sabia que a sábia
não sabia que o sabiá
sabia assobiar.”

Voltar


“O tempo perguntou ao tempo,
quando tempo o tempo tem,
o tempo respondeu ao tempo,
que não tinha tempo,
de ver quanto tempo,
o tempo tem.”

Voltar


“Oi! O táta taí?
Não o táta não tá
Mas o tio do táta tá
E quando o táta não tá
Mas o tio do táta tá
É o mesmo que o táta tá.”

Voltar


“O indio cutucou a taquara
e a taquara cutucuo o indio
o indio cacique indu
tacurou a taquara indiana.”

Voltar


“O palhaço foi no palácio
fazer palhaçada para o rei
que do palácio expulsou o engraçado
palhaço.”

Voltar


“Pedro tem o peito do pé preto,
O peito de Pedro é preto.
Quem disser que o peito de Pedro é preto,
Tem o peito do pé mais preto
Que o peito do pé de Pedro.”

Voltar


“Larga a tia, largatixa!
Lagartixa, larga a tia!
Só no dia que sua tia
Chamar largatixa
de lagartinha!”

Voltar


“Lá de trás de minha casa
Tem um pé de umbu butando
Umbu verde, umbu maduro,
Umbu seco, umbu secando.”

Voltar


“O doce perguntou pro doce,
Qual é o doce mais doce,
Do que o doce, de batata doce?
O doce respondeu pro doce,
Que o doce mais doce,
Do que o doce de batata doce,
É o doce de batata doce.”

Voltar


“Bote a bota no bode
e tira o pote do bode.”

Voltar


“Bagre Branco,

branco bagre.”

Voltar


“É preto o prato
do pato preto.”
Voltar


“A aranha arranha a rã.
A rã arranha a aranha.
Nem a aranha arranha a rã.
Nem a rã arranha a aranha.”

Voltar


“Lalá, Lelé e Lili e suas filhas,
Lalalá, Lelelé e Lilili e suas netas
Lalelá, Lelalé e LeLali e suas bisnetas
Lilelá, Lalilé e Lelali e suas tataranetas
Laleli, Lilalé e Lelilá cantavam em coro
LÁLÁLÁLÉLÉLÉLILILI.”

Voltar


“Três pratos de trigo para três tigres tristes.”

Voltar


Debaixo da pia tinha um pinto,

Quando o pinto pia a pia pinga,
quando a pia pinga o pinto pia.

 

Voltar


“Um limão, dois limões, três limões…”

Voltar


“Gato escondido com rabo de fora está mais escondido que rabo escondido com gato de fora.”

Voltar


“Quem cara paca compra, paca cara pagará. Quem compra paca cara,pagará cara paca.”

Voltar


“O padre Pedro partiu a pedra no prato de prata. A pedra partiu o prato de prata do padre Pedro.”

Voltar


“Tal tatu
Tá tendo um treme traco
Troco treco por tramóia
Com a traquina da jibóia
E a jibóia que não bóia
Sempre zóia
Tal tatu com seu balaio
Tal qual paca do sosláio.”

Voltar


A vaca malhada foi molhada por outra vaca molhada e malhada.
Enquanto Bia brinca, Bianca briga
A chave do chevete do chefe chavez está no chaveiro.
Quando toca a retreta
Na praça repleta
Se cala o trombone
Se toca a trombeta.

Voltar


Paulo Pereira Pinto Peixoto,
Pobre pintor português,
Pinta perfeitamente
Portas, paredes e pias,
Por parco preço, patrão.
Porco crespo, toco preto

Voltar


“Não confunda ornitorrinco com otorrinolaringologista,
ornitologista com otorrinolaringologista, porque ornitorrinco é ornitorrinco,
ornitologista é ornitologista e
otorrinolaringologista é otorrinolaringologista”

Voltar


Preciso ir e vir para pegar vai-e-vem.
Me empresta vai-e-vem?
Se vai-e-vem fosse e viesse, vai-e-vem ia,
mas como vai-e-vem vai e não vem,
vai-e-vem não vai.

Voltar