Dia do Brincar

Comemoração do Dia do Brincar em Araraquara, reúne mais de 2 mil pessoas. 01/06/2009

Resgate de brincadeiras e contação de histórias reuniram famílias no Parque Infantil

A Prefeitura de Araraquara realizou, nesse final de semana, o 1º Dia Municipal do Brincar, reunindo mais de 2 mil pessoas em atividades como palestras e brincadeiras. No sábado, 30, foi realizada a solenidade de abertura do evento e no domingo de manhã, 31, o Parque Infantil foi transformado em um espaço com diferentes tipos de brincadeiras infantis.

O 1º Dia Municipal do Brincar foi realizado em parceria com a Associação Brasileira de Brinquedotecas (ABBri) e contou com o envolvimento de todas as secretarias municipais e do Fundo Social de Solidariedade.  O principal objetivo foi resgatar e incentivar o brincar na infância.

O prefeito Marcelo Barbieri destacou que todos os ônibus disponibilizados pela CTA e Prefeitura chegaram ao Parque Infantil lotados. “Isso mostra a vontade da população de participar desse dia e como o brincar é importante para a formação de nossas crianças”, declarou o prefeito. Os ônibus transportaram os moradores da área de abrangência dos cinco Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), que ficam nos bairros Selmi Dei, Vale do Sol, Parque São Paulo, Yolanda Ópice e Hortênsias.

O Parque Infantil também recebeu inúmeras famílias vindas de outros bairros da cidade, que puderam se divertir juntas, por meio do resgate de brincadeiras e histórias infantis.

Araraquara é a primeira cidade do Brasil a ter o Dia do Brincar como lei municipal. O evento foi incluído no calendário oficial do município através do projeto de lei de autoria do vereador José Carlos Porsani, aprovado pela Câmara Municipal no ano passado. Hoje, Porsani é vereador licenciado e secretário de Assistência e Desenvolvimento Social.

Abertura

A solenidade que marcou o lançamento do 1º Dia Municipal do Brincar em Araraquara foi realizada no auditório da Biblioteca Municipal Mário de Andrada, no sábado, e teve início com a apresentação do Coral da Uniara, regido pelo professor Moacyr Carlos Junior.

Em seguida, a coordenadora do Núcleo de Brinquedotecas de Araraquara e organizadora do evento, Lucy Alves Correia, falou sobre a importância de incentivar as brincadeiras na infância. “Nem todas as crianças têm oportunidade de brincar, porque precisam trabalhar ou estudar. Hoje elas são tratadas como adultos em miniatura, mas não seria melhor se nós fossemos crianças e fizéssemos de nossas crianças parceiras na brincadeira de roda?”, indagou a organizadora.

Para o prefeito Marcelo Barbieri, “a idéia do brincar tinha que passar por um processo de engajamento da prefeitura. Nós apoiamos esse projeto e vimos como nossos funcionários ficaram entusiasmados com isso. Esse evento contagiou todos que participaram”.

O prefeito também destacou a necessidade de dar continuidade ao projeto. “O Dia do Brincar pode ter grandes desdobramentos na cidade. Podemos levar essas atividades às escolas, por exemplo. Araraquara também pode contribuir para que essa questão seja expandida pelo interior de São Paulo”.

O secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, José Carlos Porsani, falou sobre a lei nº 6.795/2008 que instituiu o Dia do Brincar em Araraquara. “No ano passado participei do 2º Simpósio da Associação Brasileira de Briquedotecas em São Paulo. Nesse encontro, pude conhecer o maravilhoso trabalho realizado pela Associação e percebi, também, como é importante incentivar o brincar na vida das crianças. Por isso, enquanto vereador, como uma forma de colaborar com esse movimento, apresentei um projeto de lei que garantisse o apoio do município na realização dessas atividades”.

De acordo com Porsani, o incentivo à brincadeira é um importante instrumento de prevenção a diversos problemas sociais que atingem parte da população jovem. “Estimular as brincadeiras é uma maneira de mostrar às crianças e jovens que esse é um direito deles. O direito a uma vida saudável e feliz”, afirmou.

Já o médico e vereador Dr. Luis Cláudio Lapena, que no ato estava representando a Câmara Municipal, citou a importância das brinquedotecas dentro dos hospitais. “Esse trabalho que é realizado traz uma afetividade muito grande no atendimento às crianças internadas. São pessoas que estão lá doando amor e a conseqüência é a recuperação mais rápida da criança”.

O vereador também elogiou a iniciativa da prefeitura em realizar um evento voltado às crianças. “Hoje a infância está acabando cedo. Estamos observando a iniciação sexual precoce e a gravidez na adolescência. É muito fácil para quem não tem estímulo ser atraído pelas coisas erradas. Precisamos fortalecer esse estímulo e investir na criança. É necessário trabalhar a prevenção, pois a recuperação é muito mais difícil”.

 

Palestra

A abertura do evento também contou com a palestra da professora Nylse Helena Silva Cunha, fundadora da Associação Brasileira de Brinquedotecas (ABBri). A palestrante abordou a seriedade do trabalho realizado dentro das brinquedotecas. “Nesse espaço as crianças encontram as melhores condições para brincar. A brinquedoteca é um lugar qualificado que requer pessoas qualificadas. A alma da brinquedoteca é o brinquedista que tem que saber o que está fazendo”, explicou Nylse.

Segundo ela, através do brinquedo as crianças têm a oportunidade de desenvolver habilidades, atenção, raciocínio e principalmente sensibilidade. “A valorização dos sentimentos afetivos é muito importante. Um adolescente que usa uma arma, que agride, não tem sensibilidade. Todos têm um lado bom, mas muitas vezes a vida não oferece oportunidade de mostrar. Na brinquedoteca esse lado é incentivado”, avaliou.

A cerimônia foi finalizada com mensagens de paz, amor e valorização da vida, transmitidas pela equipe de Ginástica Olímpica de Araraquara, coordenada pelo professor Henrique Sanioto, com a apresentação “Imploramos a Paz”.

Brincadeiras

Durante a manhã do domingo, no Parque Infantil, foram montadas 14 estações com diversas brincadeiras como amarelinha, bambolê, cinco marias, corda, brincadeira do pára-quedas, teia maluca, ginástica olímpica, boliche com garrafa pet, peteca, basquete, pula-pula, desenho e pintura e contação de histórias, além da cidade mirim, montada em parceria com a Polícia Militar com o objetivo de ensinar as noções de trânsito para pedestres e ciclistas.

Para garantir a segurança das crianças e a tranqüilidade dos pais, o evento contou com a presença da Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Rodoviária, Corpo de Bombeiros e monitores que acompanhavam as brincadeiras.

Para completar a animação, não poderia faltar a presença do palhaço Tiririca e dos atores do Grupo Arte & Performance, VavaTrupe, Olhos D’arte, Gute e dos alunos do curso técnico em arte dramática da Prefeitura.

As atividades do domingo também incluíram a apresentação da Banda Marcial Olavio Felippe “Dragões de Araraquara”, do Fundo Social de Solidariedade, e a apresentação do cantor e compositor Plínio de Oliveira e Grupo Sou da Paz.

O evento teve a parceria do Daae, CTA, Unimed, Sicredi, Acia, Sincomércio, Sabsa, Unisoja (Unesp), Citrosuco e Luna Produções e Eventos.

Também prestigiaram as atividades do Dia Municipal do Brincar o vice-prefeito e secretário de Desenvolvimento Econômico, Valter Merlos, e esposa Célia Merlos, a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Zi Barbieri, os secretários Orlando Mengatti Filho (Governo), Maria Regina Barbieri (Saúde), Jair Martinelli (Esportes) e Joel Marco Carrera (Trânsito e Transportes), o presidente da Fundesport, Luis Moreira e representantes da Secretaria de Cultura, Educação e da Coordenadoria de Turismo. Além do vereador Lapena, também estiveram presentes os vereadores Elias Chediek e Serginho.

Finalizando o evento, o prefeito Marcelo Barbieri e as autoridades presentes fizeram o descerramento da placa que marcou a realização do 1º Dia do Brincar em Araraquara.